METADE DE MIM EU PERDI


...É lamentável e triste, dor irreparável quando abrimos o jornal e uma manchete bem localizada nos dá a notícia de que, num acidente, alguém perdeu um filho. Não existe dor maior. Só quem tem filho pode imaginar o que isso significa. Perder um filho é como perder metade de você, e o que é pior, a outra metade não aprende mais a viver...

...Temos conhecimento que viúvos e viúvas significam que um do casal tenha partido. Quando se perde o pai ou a mãe diz-se que os filhos ficaram órfãos. Mas para quem perdeu um filho nenhum dicionário conseguiu ainda palavras para preencher o significado. Todas as pessoas que tiveram a infelicidade de perder um filho e não importa com que idade perdeu, não conseguiram se livrar desse complexo sofrimento que é seguir a vida sem eles. Nenhum especialista tem dado com segurança suporte emocional àqueles que o procuram tentando encontrar explicação para o tremendo espaço ocupado pela angústia e pela falta de motivação. Quando partem os pais deixando filhos, mesmo que menores, nos tem parecido que a ordem natural das coisas continua sendo obedecida. A morte de um filho tira do chão os pés do pai e da mãe, que flutuam pelo resto de seus dias. Ela produz uma ruptura na realidade daqueles que perdem, porque a vida é abruptamente destroçada e não deveria ser assim. Nenhum pai admite ter sido pai de um filho e de repente deixar de o ser. Difícil se dar conta de que o filho já não está mais presente. Os pais passam a resistir como podem, como conseguem, acreditando por um instante divino que seu filho não se foi, passando a valer-se dessa negação a fim de sentir que o filho continua vivo. É claro que depois de uma luta interior incansável contra uma realidade inadmissível, o pai acaba cedendo e admitindo a perda. É notório também, que a existência do filho fica inscrita para sempre na mente paterna ou materna, pois se há de convir que um filho não seja uma pessoa a quem se conheça de imediato, como ao restante dos outros. A um filho se reserva um espaço todo especial na mente e no coração, desde que os pais planejam a sua concepção e, a partir dela, toda a sua existência. Muitos pais, ao se depararem com a morte de um filho, relatam que em várias ocasiões tinham pensado: “eu planejava como deveria ser o batismo de minha filha, chegava mesmo a imaginar cada uma das festas de aniversário que eu lhe faria, mas nunca fui capaz de conceber como deveria ser seu funeral”...

...Parece-me que, ainda que se escreva uma enciclopédia completa sobre a experiência de se perder um filho, não seria suficiente para se chegar a compreender o que vivem esses pais. Quando falam da solidão e de seus vazios, continua incompreensível para mim, porque solidão e vazio são palavras difíceis que preenchem a lacuna da ausência. E essa falta continuará a se fazer presente, servindo para vislumbrar a essência humana e nos tornar conscientes de que, muitas vezes, “se não estamos dispostos a encarar a morte, é porque o amor causa dor, e só quando se sofre é que se sente medo de perder a pessoa amada”...
(Manoel Ruiz Filho)


A MORTE DE UM FILHO


A morte de um filho desorganiza, a vida transforma-se em momentos que oscilam entre a depressão e o desejo de viver pelo outro o que não poderá mais ser.

Quanto me custa esse premente apelo, nesta tão grande aflição.
Este canto triste e desembalado, neste arrastar dos dias, das horas; nestes momentos de profunda dor e rompimento.

A morte de um filho nos deixa divididos, nunca mais somos os mesmos. Partidos seguimos um caminho diferente dos que estão inteiros, pegamos outra via, conhecemos o caminho dos arruinados, pessoas que conhecem realmente o sofrimento.

A morte de um filho nos torna reais, nos rouba a magia e a ficção. Lembrando que a ruptura foi precisa, e definitiva. Não somos mais prisioneiros do mundo, mas buscamos coisas mais altas, mais célebres, mais significativas, e essa se torna nossa busca, nosso lema.

As atitudes se convertem em orações, para ficarmos mais perto, tê-los presentes. Tornamo-nos poetas da tristeza, que se revela cada dia, e que não desperta atenção e curiosidade nem um pouco às mentes ansiosas pela busca desenfreada da tal felicidade.

A morte de um filho lamentavelmente e naturalmente, pode endurecer corações.
Mas pode amadurecê-los também, para as circunstâncias. Diante da insensibilidade do mundo tornamo-nos espectadores críticos e nele não somos acolhidos, mas também não esperamos muito dele.

A morte de um filho desorganiza pensamentos, ações e atitudes, posturas e visão.
Somos desmascarados pelo destino, e a duras penas aprendemos a “reviver”.
O que antes contemplávamos se torna banal, e o que supervalorizávamos algo a mais.
Amar é tudo o que deveríamos ter feito com desapego e afinco.
Amar e amar!

A travessia nesse mar parece tão impossível.

(Valentina Izabel)


ANJOS




Há milhares de anos Deus enviou seu Filho para nos ensinar, sofrer por nós e dar sua vida por nós. Mas nós esquecemos da lição que Jesus nos ensinou.

Deus em toda sua benevolência, resolveu enviar anjos para Terra. Cada família receberia um anjo. Alguns, ficariam muito tempo, outros, seriam breves. E assim cada anjo teria a missão de amar, cuidar, ensinar, proteger,e se doar.

 Contudo, alguns anjos se apegavam aos seus protegidos. E quando chamados, um deles pediu:  - Senhor, eu não gostaria de sair de perto deles. Então Deus, complacente, disse: Quando eu chama-los de volta, cada um virará uma estrela. Só que outro anjo, humildemente falou: - Senhor, nem todos que eu deixarei se lembrarão de mim e que continuo olhando por eles ao Seu lado. Estrelas não duram para sempre e talvez alguns não saibam que eu continuo mesmo que de longe, brilhando e guardando suas vidas.


Deus mais uma vez, em sua enorme sabedoria, assim decidiu: "EU FAREI DE VOCÊS UM PRESENTE QUE EU ENVIO TODOS OS DIAS À TERRA. SEM DISTINÇÃO. CADA ANJO QUE CUMPRIR SUA MISSÃO E RETORNAR QUANDO EU CHAMAR, SE TORNARÁ UM RAIO DE SOL. O SOL É UM LINDO PRESENTE QUE TODOS OS DIAS, E PARA TODAS AS PESSOAS EU ENVIO. ASSIM, ALGUNS PODEM ATÉ NÃO VE-LO POR VEZES, NO ENTANTO, TODOS SABEM QUE INEXORAVELMENTE O SOL ALI ESTÁ."


1 VÍDEO EM HOMENAGEM AOS ANJINHOS DA PAGINA "RESSUSCITANDO SONHOS"

video

QUANDO TEVI



Nem o sol
Nem o mar
Nem o brilho
Das estrelas
Tudo isso
Não tem valor
Sem ter você...



Sem você
Nem o som
Da mais linda
Melodia
Nem os versos
Dessa canção
Irão valer...



Nem o perfume
De todas as rosas
É igual
À doce presença
Do seu amor...



O amor estava aqui
Mas eu nunca saberia
Do que um dia se revelou
Quando te vi...

Nem o perfume


De todas as rosas
É igual
À doce presença
Do seu amor...



O amor estava aqui
Mas eu nunca saberia
Do que um dia se revelou
Quando te vi...

(Beto Guedes)

TE AMO, TE AMO, TE AMO! EU NÃO ME CANSO DE DECLARAR TODO  AMOR QUE SINTO POR VOCÊ.


EXISTE UM MEIO DE TORNAR ISSO MELHOR. ENCONTRE ESSE MEIO




Existe um meio de tornar isso melhor. Encontre esse meio.


A vida nunca ensina coisa alguma. É você quem decide se há uma lição em cada alegria, cada tristeza e cada dia comum pelo qual passa, ou se desperdiça todos os momentos de prazer e dor. Não são os fatos que acontecem que fazem com que você aprenda algo, mas somente suas respostas e reações àquilo que acontece. Também não são as experiências de sua vida, desde a infância, que transformaram você na pessoa que é hoje, mas somente a maneira como reagiu, ou respondeu, àquilo que você viveu.

Veja que são coisas bem diferentes. Tudo o que você é, tudo o que você foi e tudo o que você será tem relação direta com o jeito como você age quando uma cois a boa, ou má, acontece na sua vida.

Exatamente por isso, uma mesma situação pode levar uma pessoa a tornar-se mais ácida, deprimida, cínica e isolada, enquanto outra -- na exata mesma situação -- aproveita para se tornar alguém melhor, com mais fé, coragem, resistência e confiança no espírito humano ou em seu próprio potencial de ser feliz.

Coisas boas e coisas ruins acont ecem a todos os seres humanos de modo aleatório, mas consistente com leis matemáticas e universais de ação e reação. Por isso não é possível vivermos em um paraíso, mas podemos ser um oásis de paz no meio das guerras que muitas outras pessoas vivem, se nos lembrarmos de que não podemos escolher tudo o que nos acontece, mas quase sempre podemos escolher o modo como reagimos àquilo que nos acontece.

Podemos fugir à tristeza? Não. Podemos impedir todas as perdas? Não. Podemos prender a nós todos os que amamos? Não. Mas podemos usar os momentos de dor e separação como razão para tornar ainda mais importantes os momentos nos quais estamos ao lado dos que amamos; podemos tornar nosso trabalho mais profundo, podemos nos tornar pessoas diferentes daquilo que já fo mos. Podemos escolher nossas reações. Podemos ser, hoje, melhores do que fomos ontem.

Mesmo quando a realidade é dura, sua reação, sua resposta à ela pode levar você para frente, para novos horizontes e uma vida mais rica ou pode derrubar você. Se isso acontecer e você cair ao chão, faça com que seja uma queda temporária. Levante-se e ande.

O fracasso só existe se você não se levantar após uma queda. Cabe a você -- e somente você -- escolher se os acontecimentos de ontem, hoje e amanhã serão usados para torná-lo uma pessoa melhor ou pior do que você é agora.

É apenas uma escolha. A sua escolha. Qual será sua escolha hoje? 



DISTANTE




815 dias distantes de ti e nada faz você sair do meu pensamento.
Desde o instante que você partiu, ando sem rumo, a procura dos momentos vividos e das lembranças que somente dentro de mim permanecem vivas.
Palavras não são suficientes para expressar toda dor que se abateu sobre mim desde o dia da sua partida. A angustia, o sofrimento tomaram conta do meu peito e as lágrimas em mim fazem morada. A saudade não cura a dor da minh´alma, fere ainda mais.
Você foi o meu sonho mais bonito, a concretização dos meu planos, meu amanhecer... Meu entardecer... E agora meu sonho se desfez, meus planos ficaram inacabados. Amanhecer? Meus dias já não amanhecem desde que o destino silenciou tua voz. O entardecer? Hoje se faz sombrio, frio e triste.
Quando a saudade aperta o peito, suplico a Deus forças e em um lamento acompanhado de uma suplica silenciosa peço a Deus que permita ficarmos juntas novamente. Por uns instantes, posso te ouvir, te sentir, sinto a paz da sua doce presença acalentar meu coração. Posso contemplar os seus olhos, mas você não me vê, ouço sua voz, mas você não me ouve ainda que eu grite o mais alto que possa.
O tempo e a distância insiste em me levar pra longe de ti, mas o meu amor por ti é mais forte e te faz presente mesmo na ausência, mesmo no seu silêncio e na escuridão que me cerca.
Minha princesa, você sempre foi minha inspiração, o sol que iluminava meu caminho, minha vida, única razão do brilho em meu olhar, minha pequena, mas grande companheira, motivo dos meus sorrisos. E agora? Diga-me: Onde posso te encontrar a não ser dentro de mim? Como continuar a caminhar sem você? Fico pensando se um dia te verei de novo e se um dia essa ferida ira cicatrizar, o tempo cicatriza as feridas; mas não cura.
Nada mais importa agora, somente o meu amor por você, porque sei que permaneces viva e enquanto vida eu tiver, mesmo na dor da saudade te amarei cada dia mais.
TE AMO, TE AMO, TE AMO
Com amor;

Sua mãe.


NÃO CHOREM


Se minhas memórias formassem uma rua e minhas lágrimas
se solidificassem em uma escada, eu iria até o céu e te traria de volta para casa!

Palavras de despedida não foram ditas, não houve tempo para dizer adeus.
Você se foi, antes que eu percebesse e só Deus sabe o porquê.
Nossos corações ainda se enchem de tristeza e lágrimas secretas ainda fluem à noite em meu travesseiro.
O que significa perdê-lo?
mais ninguém jamais saberá!
Quando estamos tristes e solitários, e se tudo está dando errado, 
Parece que estamos ouvindo você sussurrar:

- Papai, mamãe, animem-se...continuem!
Cada vez que olhamos para suas fotos, você parece sorrir e dizer:
- Não chorem, estou apenas dormindo, vamos nos encontrar novamente algum dia."
B. J. Carrer


UM POEMA PRA VOCÊ



Eu pensei num poema pra você.

Letras de carinho,
que voassem pra te ver.

Eu quis te escrever,
linhas, vivas,
que pudessem dizer,
que hoje meu abraço é verso,
mas através desse laço,
entre rimas eu me faço,
na distância que não 
me impede de te ver.

Eu só queria dizer,
que nesse instante,
meu coração
é poema de você!


Patty Vicensotti



PRA ONDE QUER QUE EU VÁ



Olhos fechados
Prá te encontrar
Não estou ao seu lado
Mas posso sonhar
Aonde quer que eu vá
Levo você no olhar
Aonde quer que eu vá
Aonde quer que eu vá...
Não sei bem certo
Se é só ilusão
Se é você já perto
Se é intuição
E aonde quer que eu vá
Levo você no olhar
Aonde quer que eu vá
Aonde quer que eu vá...
Longe daqui
Longe de tudo
Meus sonhos vão te buscar
Volta prá mim
Vem pro meu mundo
Eu sempre vou te esperar
Larará! Lararára!...
Não sei bem certo
Se é só ilusão
Se é você já perto
Se é intuição
E aonde quer que eu vá
Levo você no olhar
Aonde quer que eu vá
Aonde quer que eu vá..."


(Os Paralamas do Sucesso)





Crie glitters aqui!


RESSUSCITANDO SONHOS © Copyright 2013. Design by JaahTemplates da Jaah.